Editora Abril confirma um caso de influenza A/H1N1 e afasta funcionários

Publicado em: 25/06/2009 18:50

Por Ana Luiza Moulatlet/Redação Portal IMPRENSA

A Editora Abril divulgou um comunicado interno nesta quinta-feira (25), confirmando que uma funcionária da área de Publicidade do prédio da Marginal Pinheiros, em São Paulo, teve o diagnóstico confirmado de gripe influenza A/H1N1, mais conhecida como gripe suína.

Segundo a nota, o mais provável é que a funcionária tenha sido infectada no último feriado prolongado (Corpus Christi), quando viajou para a Argentina. Como medida para evitar a disseminação do vírus, a Abril determinou o afastamento, por dez dias, das pessoas que trabalham com ela.

Leia abaixo a nota na íntegra:

Nesta quinta-feira, 25/6, uma funcionária da área de Publicidade do NEA – e que já se encontrava afastada do trabalho – teve a confirmação do diagnóstico de gripe influenza A/H1N1, vulgarmente chamada de gripe suína. Ela provavelmente foi infectada no último feriado prolongado (Corpus Christi), quando viajou para a Argentina.

A abriliana foi medicada e não apresenta mais nenhum sintoma da doença. Ela está sendo acompanhada pelo serviço de saúde do Hospital Emílio Ribas,que mantém contato com a equipe de Saúde e Segurança no Trabalho da Abril. O encaminhamento da Abril foi o de afastar aqueles que tiveram contato mais próximo com a funcionária, ou seja, as pessoas da sua equipe, que ficarão afastadas do trabalho até a próxima semana, já que o período de incubação da doença é de, no máximo, 10 dias.

Esses funcionários estão devidamente esclarecidos e, em seu retorno ao trabalho, passarão no Espaço Saúde do NEA (ambulatório) para liberação médica. As ações da Abril estão tendo orientação do dr. Milton Ribeiro, com consultoria do infectologista David Uip.

Providências e orientações gerais

A Abril informa que vem tomando uma série de providências para evitar as doenças do inverno, incluindo a influenza A. Entre essas providências estão o monitoramento constante dos casos de resfriados, tosse e febre que passam em seus ambulatórios e maior freqüência na limpeza geral dos ambientes.

Dr. Milton Valente orienta para que todos fiquem muito atentos a qualquer sintoma anormal, como tosse, coriza, febre e dor no corpo. Em caso de dúvida, vale procurar rapidamente um recurso de saúde. Se a pessoa estiver na Abril, deve se dirigir ao ambulatórioAlém disso, alguns cuidados básicos podem ser úteis na prevenção das doenças de uma forma geral – em especial a influenza A/H1N1:

lavar as mãos com água e sabão várias vezes ao dia

– evitar tocar olhos, nariz ou boca

– evitar aglomerações

– evitar choques térmicos (troca de ambientes com temperaturas muito diferentes)

– não compartilhar alimentos e objetos de uso pessoal

– cobrir nariz e boca com lenço ou guardanapo ao tossir ou espirrar

– não usar medicamentos sem orientação médica.

A empresa não recomenda viagens para os países que apresentam maior incidência da doença, como EUA, Canadá, México, Chile, Argentina e Austrália. Também reforça o compromisso de manter os funcionários informados sobre qualquer eventualidade ou fato novo relacionado à doença, que já é considerada uma pandemia pelos órgãos públicos de saúde.


Advertisements

No Responses to “Editora Abril confirma um caso de influenza A/H1N1 e afasta funcionários”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: