Nacionalização de empresas pode deixar 22 mil sem emprego na Venezuela

Sindicatos venezuelanos calculam que quase 22 mil trabalhadores de empresas de petróleo podem perder os empregos, depois que o governo de Hugo Chávez começou a assumir o controle da indústria nesta sexta-feira, informa a imprensa local.

“Esta lei não nos beneficia”, disse Bernardino Chirinos, dirigente do Sindicato de Trabalhadores Petroleiros do estado Zulia (oeste) sobre a lei aprovada na quinta-feira passada (7) pelo Parlamento que concede ao Estado o controle de empresas de injeção de água, vapor ou gás, de transporte de trabalhadores e outros serviços na indústria petroleira.

“Há 35 mil trabalhadores na costa oriental (Zulia) e apenas 8.000 serão absorvidos. Há 22 mil trabalhadores sem garantias”, completou Chirinos em declarações ao jornal “El Nacional”.

Efe
Chávez iniciou tomada de empresas terceirizadas do setor petroleiro na Venezuela

O presidente Chávez liderou na sexta-feira a tomada de controle dos bens e serviços da indústria petroleira no Lago de Maracaibo (Zulia), onde confirmou que 8.000 trabalhadores passariam a ser funcionários diretos da estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA).

“Estamos liberando a pátria, construindo o socialismo com os trabalhadores”, declarou o presidente.

Com a medida, o Estado assume o controle das operações de 60 terceirizadas, que há semanas exigem da PDVSA o pagamento de faturas vencidas.

Com France Presse

Advertisements

No Responses to “Nacionalização de empresas pode deixar 22 mil sem emprego na Venezuela”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: